quarta-feira, 13 de maio de 2015

Carrocel



                                                                                    Carrocel


                                 É o crime dentro do vício
                                 O remo dentro da barca
                                 A gema dentro do ovo
                                 A graxa dentro da lata

                                 É o riso dentro do povo
                                 A bala dentro da câmara
                                 A merda dentro da tripa
                                 A barba dentro da sopa

                                 É o pó dentro da arca
                                 A vigília dentro da cela
                                 A faca dentro do bolso
                                 A alcova dentro da noite
                          
                                 É o gozo dentro da cama
                                 O morto dentro do vivo
                                 A dança dentro da farra
                                 O velho dentro do novo

                                 É o bicho dentro do fruto
                                 O rato dentro do esgoto
                                 O frio dentro do gelo
                                 O cio dentro do corpo


                                Um espetáculo para todos!               (1980)


                                 

terça-feira, 12 de maio de 2015

As holandesas cantam



As holandesas cantam. São três. E a meio da atuação começam com o trabalho de parto. Digo, do orgasmo!

Enquanto isso, as vanessas e os zés pereiras brasileiros param tudo, menos a copa do mundo e o carnaval do rio. 

Como se previa, a letra das holandesas não é má, mas péssima. E a música pior. Pode lá ser? Pode!



Embarcações



quinta-feira, 7 de maio de 2015

Em dias ventosos


Em dias ventosos, nada melhor do que fazer da nikon um pisa papéis. E voe o chapéu! E salvem-se as palavras!

domingo, 3 de maio de 2015

Vila Franca de Xira


Um gráfico estatístico



Um gráfico estatístico composto por relevos montanhosos mais ou menos povoados e vales variáveis em extensão, desertificados.

Ou o eletrocardiograma de uma geografia, onde se regista a passagem numérica por um lugar de uns quantos visitantes. Silenciosos e sem rosto.


Número total de visualizações de página